Alguns carros vão além de meros meios de transporte, tornam-se ícones e o sonho de consumo de muitos entusiastas. Certamente o Ford Mustang é um deles. Desde as cenas em que foi pilotado pelo famoso ator, Steve McQueen, em “Bullit”(1968), o carro consolidou um grande status pelos amantes de automobilismo.

O charme do Mustang faz com que muitos de seus fãs sempre queiram algo além, até mesmo, mais que dirigir. Com isso em mente, os dinamarqueses Christian Mygh e Jonathan Kamstrup, desenvolveram relógios artesanais feitos com peças recicladas de Mustangs clássicos.

Com muito amor e criatividade, eles garimpam veículos sucateados e reaproveitam o material da carroceria para criar peças únicas. Com um só carro é possível produzir centenas de relógios, custando em torno de U$1.500.

 

Até mesmo um famoso piloto de drift, Vaughn Gittin Jr, encomendou um relógio de pulso personalizado com fibra de carbono reciclada do seu Ford Mustang RTR de 700 hp da World Drift Series.

“Onde a maioria das pessoas só veria uma pilha de metal, o fantasma de um Mustang, nós enxergamos algo completamente diferente – a alma de um carro e uma história que precisa ser contada“, diz Mygh. “Eu não estou cortando Mustangs. Eu estou trazendo Mustangs que não podem mais ser reparados de volta à vida como um relógio.”

Para garantir que essas histórias continuem a ser contadas a REC Watches pesquisa meticulosamente o passado de cada veículo. Além de conversar com seus antigos proprietários, reúne as histórias e imagens da sua vida em um vídeo personalizado.

Cada relógio traz o número de identificação do veículo, o seu ano de fabricação e aspectos clássicos de design do modelo. Um mostrador redondo, parecido com um marcador de combustível, indica o nível de carga da bateria. Os ponteiros, a data e os números também são inspirados no emblemático painel de instrumentos do carro.